Imobiliária, www.rfaconsultoriaimobiliaria.com.br
 
Negócio:
Cidade:
Valor:
Tipo do Imóvel:
Bairro:
Dorm:
Buscar pelo código:  
   
   
   
Distrato quando se compra imóvel na planta.
Publicado em 05/07/2019
 
DISTRATO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE IMÓVELUm dos maiores problemas enfrentados pelo comprador de imóvel na planta refere-se a rescisão de contrato de compra e venda, ou distrato como é conhecido popularmente.Eventualmente o comprador entra em contato com a incorporadora para expor sua situação e solicitar um distrato via administrativo (diretamente com a construtora), nesse momento a vendedora afirma que de tudo o que foi pago pelo consumidor, nada será restituído, ou ainda pode afirmar devolver um percentual incompatível com a realidade, o que é ILEGAL pois configura nitidamente um enriquecimento sem causa por parte da incorporadora.Quando o ato de rescindir o contrato parte do comprador a incorporadora pode reter 10% alegando gastos com taxas administrativas e publicidade. Essa é a regra que há anos tem prevalecido na jurisprudência do Estado de São Paulo e outros Estados que compartilham o mesmo entendimento.Em São Paulo o tribunal de justiça emitiu a sumula nº 1 em direito imobiliário no ano de 2010, que determina que o comprador mesmo estando inadimplente, tem direito de pedir a rescisão do contrato e reaver quantias por ele pagas, sendo de entendimento do judiciário que os valores a serem devolvidos devem corresponder a 90% das quantias pagas, com correção monetária a partir de cada um dos pagamentos (o que quer dizer que a correção monetária aplicada é retroativa), através de índices do Tribunal de justiça de São Paulo, acrescidos de juros legais de 1% ao mês, a partir do ingresso da ação até a efetiva devolução de valores.Entre tanto quando ocorre atraso nas obras do empreendimento por culpa exclusiva da incorporadora, a restituição ao comprador deve ser integral, ou seja, os valores devolvidos devem ser 100% de tudo o que foi pago, igualmente corrigidos de cada desembolso das parcelas e juros legais de 1% ao mês desde o ingresso da ação.Nos dois casos a restituição deve ser feita à vista, o consumidor não deve se sujeitar a receber valores parcelados ainda que isso esteja descrito em contrato.A ação de resolução contratual (distrato) em REGRA não tem audiência, pois toda a fase de provas é demonstrada a partir de documentos.DISTRATO MOTIVADO PELO COMPRADOR
  • A restituição é de 90%, com correção monetária + juros de 1% ao mês.
  • Restituição em parcela única. Restituição da taxa SATI (se houver).
  • Em regra não há audiência.
  • Não cabe indenização por perdas e danos.
DISTRATO MOTIVADO PELO COMPRADOR INCORPORADORA
  • A restituição é de 100%, com correção monetária + juros de 1% ao mês.
  • Restituição da taxa SATI (se houver).
  • Em regra não há audiência.
  • Cabe indenização por perdas e danos. (Analise caso a caso).
 
Voltar
 
 
 
 

 
Site : Imobiliária, www.rfaconsultoriaimobiliaria.com.br
Imóveis para Venda
Avulsos
Na Planta
Pré-Lançamentos
Lançamentos
Em Obras
Em Acabamento
Pronto para Morar
Empreendimento
Oportunidade
Rural
Comercial
Faça parte da nossa Rede Social :
Site para Imobiliárias e Corretores
RFA Consultoria Imobiliária.
RFA Consultoria Imobiliária.
Endereço: Rua Jose celestino Saad, 245 - R: 09 Torre: 02 - Bairro Jardim Isis. - Cotia - SP - 06719429
Telefone(s): , 11 947533476, 11 971767143


CRECI: 102124 - RFA Consultoria Imobiliária.
 
 
 
 
 
Entrar em contato via WhatsApp!